Udacity um novo conceito, uma escola do futuro !

Udacity é uma empresa criada através de um experimento criado por Sebastian Thrun e Peter Norvig que oferecia um curso gratuito de “Introdução à Inteligência Artificial”. Foi um sucesso, com mais de 160 mil alunos inscritos, a partir dai resolveu se criar uma empresa em 2011 chamada Udacity. A empresa conta com parceiros de peso como Facebook e Amazon. Depois de alguns anos foi criado um curso chamado Nanodegree. Esse curso ensina somente o que é usado na especialização da área que o aluno está sendo preparado. Diferente da tradicional faculdade aonde é dado matérias que nunca são usadas em sua especialização.

Algumas características do Nanodegree
Quando você acaba o curso, recebe metade do dinheiro gasto. E normalmente o curso demora menos de um ano.
As aulas são divididas em vídeos com duração menor que 4 minutos. Assim você pode fazer um intervalo quando quiser.
Os cursos são criados por empresas idôneas, como Google, Facebook, Amazon, Mercedez-Bens ou GitHub. E você poderá ser contratado por estas empresas.
Hoje Udacity é reconhecida internacionalmente por grandes empresas.
Em Udacity você encontra cursos confiáveis e específicos com um preço acessível, em média R$ 400,00 por mês. Mesmo assim são oferecidos cupons de desconto.
Quando você termina o curso, ou é absorvido por uma empresa do grupo ou tem suporte para confeccionar seu currículo.

Na época que o mundo não era “on-line” e Steve Jobs era hacker !!!

Essa entrevista de Steve Jobs, estava gravada em uma fita VHS que estava jogada em uma garagem que foi recuperada recentemente e disponibilizada na Internet. Nesta entrevista Jobs relata ter construído uma caixa azul (Blue Box) que fazia ligações internacionais gratuitas.

Com isso ele percebeu que era possível construir uma coisa pequena que podia controlar algo monstruoso !

Até o anos 90 uma ligação internacional custava uma fortuna ! O mundo começava a ser digital e não era “on-line” !!!
Nesta época as BBS (Boletins Board Systems) que eram redes de computadores locais se comunicavam com outras redes através de linhas telefônicas. Como eram mandados os e-mails ? O usuário postava um e-mail num BBS, e esse BBS fazia um pacote de todos os e-mails postados naquele dia e a noite ligava para um computador que reunia todos os e-mails da aquela cidade. Esse computador depois de reunir todos os e mais das BBS das cidades mandava pra um que reunia os e-mails de todos os estados e depois de todo o pais. Em seguida era feita uma ligação internacional para trocar todos os e-mail do pais. Essa ligação que custava uma fortuna e era feita com um software chamado Blue Beep que fazia essa ligação gratuitamente, a mesma coisa que fazia a caixa de Steve Jobs. Nesta época surgiu uma placa de som chamada Sound Blaster que reproduzia esse som com o Blue Beep. Era só ligar para uma telefonista internacional e disparar esse som. Voilá !!! Agora você podia ligar para qualquer número do mundo gratuitamente. Deste modo, Steve Jobs chegou a ligar até para o Papa!

Pulo do Gato
Jobs ouviu que um tal de Captain Crunch tinha conseguido fazer ligações internacionais gratuitas. Pesquisando numa publicação técnica descobriu a chave do mistério. A AT&T cometeu um erro planejando toda sua rede de comunicação entre dados usando a mesma frequência da voz humana. Por isso bastava reproduzir os sons nesta frequência com o código para desbloquear o satélite e a partir dai fazer ligações sem nenhuma tarifação.

Apartir de 1995 com as conexões permanentes de linhas digitais dedicadas surge a Internet e o mundo começa ficar “on-line”. Com isso as ligações internacionais começam a ficar cada vez mais baratas.

Olly AI o primeiro robot caseiro com personalidade !

Imagine você chegando em casa e um robot analisa seu olhar e começa a tocar a sua música preferida para aquele momento. O robot faz um pedido de sua pizza no delivery ou lembra de algum compromisso marcado em sua agenda. Ou dependendo do clima toca uma música que te acalma ou coloca uma iluminação relaxante ou te sugere aumentar a temperatura ambiente para você perca peso e ganhe músculos. Te incentiva na hora de fazer exercícios. Ele sabe aonde está e conversa. Pode simplesmente bater um papo ou te chamar na hora de acordar. Ele te conhece, tem sentimentos, antecipa suas necessidades e tenta te ajudar.
Esse é Olly AI um produto da Emotech que deve custar entre 500 a 800 dolares.

 

 

Conheça Sophia, um robot feminino.

Sophia é uma das últimas tecnologias em robótica. Neste video Sophia vai conhecer o novo Audi AI, que está equipado com um sistema de navegação completamente automático chamado Jack Self Driving by Audi. No video Sophia aparece batendo um papo com Dr Klaus Verweyen sobre o sistema Jack.

 

Fonte: Hanson Robotics

Além do avião, Brasil inventou o primeiro Drone !!!

Convertiplano ITA

Em 1952 no ITA em São José dos Campos nasce uma aeronave precursora do Drone atual !!!

Depois de mais de 50 anos do voo de Alberto Santos-Dumont, nasceu no Brasil em 1952, em São José dos Campos, interior de São Paulo num programa dirigido pelo alemão Hendrich Focke o Convertiplano. Uma aeronave parecida com os drones que fazem tanto sucesso atualmente.

 

 

 

 

 

Veja no Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, que apresenta, em parceria com o Instituto Embraer, o universo de criação do design nacional para artefatos concebidos para voar. A abertura é dia 1º de junho, às 19h30 com entrada gratuita, e a exposição permanece em cartaz até 20 de agosto.

 

 

 

 

Fonte: Aero Magazine

 

 

 

Google diz que só vai usar energia renovável em 2017.

google2O Google fez um anúncio audacioso. Em um comunicado publicado em seu próprio blog, ele diz que usará somente energia renovável em 2017.

É uma afirmação surpreendente, considerando o volume de dados que o Google processa a cada segundo. O Google não divulgou publicamente a quantidade de dados que é, mas se considerarmos que 40.000 de buscas do Google ocorrem a cada segundo e 400 horas de vídeos do YouTube são carregados a cada minuto, começamos a ter uma impressão da incrível escala do poder de processamento da tecnologia Gigante que precisa operar todos os dias.

O Google tem investido em energia renovável por anos, esclarecendo em um blogpost que isso não só ajuda na batalha contra a mudança climática, mas também “faz sentido comercial”. Até o próximo ano, os vastos centros de dados do Google nos Estados Unidos, Chile, Taiwan, Cingapura, Irlanda, Países Baixos, Finlândia e Bélgica serão geridos 100 por cento em energia renovável, bem como em todos os seus escritórios globais. Em termos reais, no entanto, “alcançar 100 por cento de energia renovável” não significa solar e energia eólica estará alimentando diretamente cada elemento das máquinas do Google. Isso significa que, anualmente que Google estará comprando de energia renovável o quanto está usando de eletricidade. Isso não é emocionante, mas é um grande passo.

“Nós assinamos nosso primeiro acordo para comprar toda a eletricidade de um parque eólico de 114 megawatt em Iowa, em 2010. Hoje, somos o maior comprador corporativo de energia renovável do mundo, com compromissos de 2,6 gigawatts (2.600 megawatts) de energia eólica e solar energia.

Mais uma vez, apelando para a perspicácia comercial dos cínicos lá fora, o Google aponta para as recentes quedas dramáticas no preço da energia eólica e solar: “Os custos de eletricidade são um dos maiores componentes de nossas despesas operacionais em nossos data centers e tendo Um custo estável a longo prazo de energia renovável oferece proteção contra oscilações de preços na energia “.google1

Seus próprios investimentos em infra-estrutura em energia renovável totalizam US $ 3,5 bilhões em todo o mundo, diz. “Esses projetos também geram dezenas de milhões de dólares por ano em receita para os proprietários locais e dezenas de milhões mais para os governos locais e nacionais em receita fiscal”.

O Google também diz que quer investir mais nas áreas onde residem seus centros de dados e suas maiores sedes, fazendo “compras regionais de energia renovável”.

“Como o vento não sopra 24 horas por dia, também vamos ampliar nossas compras para uma variedade de fontes de energia que podem permitir energia renovável, a cada hora de cada dia. Nosso objetivo final é criar um mundo onde todos – e não apenas o Google – tenham acesso a energia limpa “.

“A ciência nos diz que enfrentar as mudanças climáticas é uma prioridade global urgente. Acreditamos que o setor privado, em parceria com as líderanças políticas, devem dar passos ousados e que podemos fazê-lo de forma a gerar crescimento e oportunidades. E temos a responsabilidade de fazê-lo para nossos usuários e ao meio ambiente. ”

Fonte: Wired – 

Ônibus elevado que anda em cima dos carros, pode levar até 1200 pessoas.

Fonte: Youtube News

Fonte: Youtube News

Ótima solução para o trânsito em Sáo Paulo. Já é uma realidade na China. Movido a eletricidade uma fonte de energia limpa. Mas ainda tem um longo caminho até ser adotado definitivamente pelas grandes metópoles. Foi apresentado na décima nona exposição internacional de alta tecnologia na China em Beijing em maio de 2016. Leva até 300 passageiros por carro e existe um projeto para levar 1200 passageiros.

O homem Jato (Jetman) – Yves Rossy

Yves Rossy nascido em 27 de agôsto de 1959 e conhecido como o Homem Jato não aceita ficar preso dentro de uma aeronave: “são caixas. Os pássaros não voam em caixas !” Piloto militar suíço treinado e um entusiasta da aviação. Ele é conhecido como o inventor de uma série de pacotes de jato individuais experimentais, o último usando asas de fibra de carbono para o vôo equipado com quatro turbinas jato. Chegando a uma velocidade de quase 300 km/h Yves não acredita que seu equipamento de 65kg seja o transporte do futuro. “eu não acho que este será o futuro do transporte aéreo individual, é muito complicado e muito exigente”. Ele usa somente o corpo para efetuar as manobras. A turbina tem somente um controle de potência.

Ele voou sozinho através do Canal Inglês, em torno do Cristo Redentor no Rio e na formação coreografada que acompanha uma aeronave Airbus A380. Numa tentativa de se tornar a primeira pessoa a voar entre dois continentes que quase terminou em desastre por causa de fortes ventos, Yves foi forçado a abandonar a tentativa no Estreito de Gilbratar apenas três milhas da costa espanhola.

Em vez de dar uma volta em nossa própria aeronave portátil, Yves acredita que é muito mais provável que usemos drones. Entraremos numa aeronave leve, apertaremos um botão e estaremos ao caminho do escritório, Yves disse. “A tecnologia existe, o problema é a energia”. As asas de Yves são alimentadas atualmente por 30 quilos de querosene, mas no futuro, ele planeja mudar para motores elétricos alimentados por baterias. “Este é o futuro do vôo e da liberdade”, diz ele. “Agora, de volta à Terra …”

Avião movido por energia Solar, dá volta ao mundo !

O melhor avião construido até o momento dá volta ao mundo.
O piloto suiço Bertrand Piccard provou que a tecnologia limpa é capaz de tudo.

 

 

No video abaixo produzido com exclusividade para  WIRED,
o piloto suiço mostra como foi a viajem dentro do cockpit de sua aeronave.

Um dos melhores pilotos de Drone do mundo !

Conheça um dos melhores pilotos de drone no mundo. Carlos “Charpu” Puertolas não está interessado em competir com drone, ele prefere voar estilo livre em prédios perigosos e abandonados. Seus truques e showmanship aéreo lhe renderam a notoriedade na comunidade do drone.